terça-feira, 2 de agosto de 2005

«Teoria da Conspiração»

Conheço algumas pessoas que têm grande tendência para fazer de tudo uma conspiração. Apelidados por uns de cautelosos, exagerados por outros e por outros apenas «adeptos da teoria da conspiração».

Serão estas pessoas sensatas na sua capacidade de levar ao extremo qualquer situação, quando na maior parte da vezes tudo se demonstra ser líquido e de fácil percepção?
Pois bem, na minha opinião, por vezes deveriam ser um pouco mais racionais. Quero com isto dizer que são demasiado sentimentalistas, apesar de em vários casos não serem muito demonstrativos de tal faceta. No momento em que entendem que devem expor o seu ponto de vista, parece que tudo fervilha dentro deles até que por fim, para colmatar toda aquela emoção, lá vem a bela da «teoria da conspiração» (até rimei!).

Isto pode ser mais grave do que parece...pensemos na vertente social. Será que estas pessoas são bem vistas aos olhos da sociedade?
No que toca a este ponto, penso que será significativo considerar o outro tipo de pessoas com quem se gera a «discussão». Não hesito em afirmar que perante alguém extremamente racional, estas pessoas tendem a perder a credibilidade no que defendem, isto pelo modo como o fazem. Por outro lado se a outra pessoa em causa optar pela mesmo estratégia, o mais criativo sai «vencedor».

É engraçado, neste momento passou-me pela cabeça que os advogados utilizam muito essa estratégia da «teoria da conspiração»...hum....estranho...ou talvez não!

PG

1 comentário:

chaus disse...

Não penses assim! Isso é o que "eles" querem que tu penses! Cá para mim tás feito com "eles"...

PS: Isto é apenas a minha teoria...

eheheheheh